O QUE É JUDÔ?

A palavra judô consiste, em duas palavras japonesas, JU , que significa "suave", e DO , que significa "caminho". Judô, portanto, significa literalmente o caminho suave ou caminho da suavidade. É uma arte marcial praticada como esporte, criada pelo professor Mestre Jigoro Kano, no Japão em 1882, tendo por objetivo fortalecer o físico, a mente e o espírito de seus praticantes de forma integrada. 


Com praticantes espalhados pelo mundo, o Judô se tornou um dos esportes mais praticados, representando um nicho de mercado fiel e bem definido. Não restringindo seus adeptos a homens com vigor físico e estendendo seus ensinamentos para mulheres, crianças, idosos e pessoas com necessidades especiais, o Judô segue tendo um aumento significativo no número de praticantes ano após ano.


Além do desenvolvimento físico, os alunos de judô aprendem como controlar seus sentimentos, emoções e impulsos através do código moral do judô. Eles aprendem sobre os valores de perseverança, respeito, lealdade e disciplina.

Lorem ipsum dolor sit amet

judo-adolescente-600x424

 Por meio de sua experiência, eles aprendem sobre educação, modéstia e muitos outros valores maravilhosos que contribuem para seu desenvolvimento como cidadãos bem-sucedidos da sociedade.


A UNESCO , braço das Nações Unidas para a Educação, Ciência e Cultura, também destaca o judô como um esporte que possibilita o relacionamento saudável com outras pessoas, utilizando o jogo ea luta como um integrador dinâmico, conforme o estudo da UNESCO, o judô é “o melhor esporte de formação inicial para as crianças e jovens de quatro a vinte e um anos já que promove uma educação física integral”. O esporte permite, por meio do conhecimento e prática regular do mesmo, o aprimoramento de todas as possibilidades psicomotoras: localização espacial, perspectiva, ambidestra, lateralidade, jogar, puxar, empurrar, rastejar, pular, rolar, cair articulação conjunta e independente de ambas as mãos e pés, dentre outras.

O CÓDIGO MORAL E OS PRINCÍPIOS DO JUDÔ. 

O judô ao mesmo tempo em que é uma arte marcial, esporte de competição é também um caminho para formação humana. Isso leva ao espírito do judô, representado pelos princípios criados por Jigoro Kano, ou sejam, Ju: suavidade, Seiryoku-zenyo: máxima eficiência com esforço mínimo, e Jita-kyoei: bem-estar e benefícios mútuos. 


O Judô muito mais que somente uma arte marcial, uma luta ou defesa pessoal, visando formar não somente bons atletas, mas também melhores pessoas para toda a sociedade, possui seu próprio CÓDIGO MORAL, assim este código deve ser aplicado pelo judoca em todos os aspectos da sua vida, dentro e fora do Dojô (academia), sendo eles;

- Cortesia, para ser educado no trato com os outros;

- Coragem, para enfrentar as dificuldades com bravura;

- Honestidade, para ser verdadeiro em seus pensamentos e ações;

- Honra, para fazer o que é certo e se manter de acordo com seus princípios;

- Modéstia, para não agir e pensar de maneira egoísta;

- Respeito, para conviver harmoniosamente com os outros;

- Autocontrole, para estar no comando das suas emoções;

- Amizade, para ser um bom companheiro e amigo.